Voltando ao assunto LXQt ISO comunitária

Bom dia a todos do Pará - Brasil!

Vou escrever no meu idioma pátrio, pois sou ruim no dito idioma universal, que não entendo muito mais do que “The book’s on the table”, volto porque também meu PC (antigo) pifou a fonte e novamente fui buscar pelo ISO comunitária do Manjaro LXQt e vi que não está mais lá infelizmente.

E sei de todas as diretrizes que fizeram o mantenedor parar, quando fiz a primeira vez a pergunta:

E me foi respondido pelo próprio @linux-aarhus o que agradeci e fui em busca do aprendizado do uso da ferramenta manjaro-tools depois de ele despedir-se do desenvolvimento em

Claro que entendo, e meu maior sentimento de impotência é que além de não dominar o idioma (inglês) fica mais difícil ainda entender o que fazer em GitHub e GitLab, para que eu pudesse “tentar” continuar o ISO manjaro LXQt, sim sei também da existência de spins, mas meu gosto é pelo manjaro LXQt puro da forma que era o ISO que por sinal ainda tenho instalado no meu PC que no momento está no “estaleiro”, mas logo voltará a navegar.

Tenho cópias totalmente funcionais do Manjaro LXQt feitas por mim, com poucas alterações no ~/iso-profiles do ISO original ainda baixado de manjaro.org contudo, como explanei a minha dificuldade no idioma me impede de continuar esse ISO pelo menos por mim tão apreciado.

Novamente volto a parabenizar a todos os DEVs Manjaro e especial “Frede Hundewadt”, vida longa e obrigado por já ter deixado a base para que eu e muitos continuem tendo seus Manjaro LXQt

Best regards,
Paulo Corrêa Creto

T+ = See you later